A Bandeirantes e o horário da Voz do Brasil
2018
Luiz Artur Ferraretto

De meados da década de 1990 até o final dos anos 2000, as emissoras de rádio da Bandeirantes em Porto Alegre aproveitaram uma liminar obtida pelo grupo em São Paulo para não transmitir a Voz do Brasil na faixa das 19 às 20h. A decisão considerava inconstitucional a obrigatoriedade. Na faixa, vários tipos de conteúdo foram testados.
De início, na estação dos 640 kHz. o horário foi ocupado pelo Band Cidade, aproveitando para dar informações essenciais nesse horário, como as relacionadas ao trânsito. Em 2000, o programa foi substituído pelo Contra-ataque, mais focado no futebol, sem descuidar de outras informações. Outra tentativa foi com o programa policial Rádio Patrulha, de Antônio Carlos Contursi, o Cascalho. Também a Ipanema usou, em alguns períodos, essa faixa horária.
No ano de 2002, em depoimento ao Projeto Vozes do Rádio da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, o então diretor geral da Bandeirantes no estado, Ubirajara Valdez, comentava o tema:
Eu acho que a gente quebrou uma barreira. A Bandeirantes tem isso daí... Tem no nome o desbravamento. E, também, aqui no Sul, foi a pioneira e está sendo até agora a única emissora que não transmite a Voz do Brasil. Ela e a Ipanema FM. Para nós, é fantástico. A gente conquista público. 
De fato, em Porto Alegre, outras emissoras só conseguiriam uma vitória semelhante à da paulista mais tarde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário