A Minuano, de Rio Grande, e o primeiro transmissor em FM do estado
2013
Willy Cesar
Jornalista e pesquisador

A ZYU-23 – Rádio Minuano vai ao ar em 22 de dezembro de 1950, de São José do Norte, onde se localizam os estúdios e o transmissor. Um pouco depois, em 28 de junho de 1951, entra em funcionamento o auditório para fazer frente à concorrência da Cultura Rio-grandina, na rua Marechal Floriano, em frente à praça Xavier Ferreira, em Rio Grande. Um transmissor de frequência modulada – é a ZYU-29 –  faz enlace com o equipamento de irradiação do outro lado do canal. Dali, o som da Minuano vai para as demais cidades da Zona Sul. As duas emissoras – a Cultura Rio-grandina e a Minuano – transmitindo em ondas médias disputam audiência na base do trinômio música, esporte e notícia.
Jayme Copstein, que trabalhou nas duas emissoras, relembra:

Minhas primeiras participações em rádio começam na Rio-grandina, nos tempos do canalete [referência à estrutura de saneamento ainda existente na avenida Major Carlos Pinto], no programa A Hora do Estudante. Mas eu já escrevia na Gazeta da Tarde, em Rio Grande. Depois fui para Porto Alegre estudar odontologia. A comunicação sempre me chamou mais atenção e eu integrei a equipe da PRH-2– Rádio Farroupilha., que na ocasião arrebentava a audiência. Ali, fiz produção de programas, escrevi textos, criei personagens. Depois de formado, voltei para trabalhar como dentista, na minha cidade natal, Rio Grande, e de novo fui trabalhar em rádio. O Lindalvo Monteiro me deu dois dias para montar a programação da Minuano. A emissora ia inaugurar, mas não tinha nada pronto. Dei uma listagem de discos para serem comprados em Porto Alegre, montei a programação e abrimos a rádio em São José do Norte.


Dólar Tânus, na época, é um dos mais destacados locutores da Minuano, em seu início. Alguns anos mais tarde, ele se transfere para o centro do país. No Rio de Janeiro, atua na Rádio Tupi, onde se destaca como noticiarista e diretor de programação. Em Brasília, é um dos locutores de A Voz do Brasil, na década de 1970.

Nenhum comentário:

Postar um comentário