Alguns causos de Armindo Antônio Ranzolin e Lauro Quadros
2014
Luiz Artur Ferraretto


Dois grandes profissionais do rádio do Rio Grande do Sul estiveram juntos na noite de 10 de agosto de 2004 para homenagear um terceiro, ex-colega de ambos e ídolo de todos. Comum aos três, o fato de serem ícones de várias gerações de ouvintes do Sul do país. Foi uma aula inaugural especialíssima aquela do curso de Comunicação Social da Universidade Luterana do Brasil. Armindo Antônio Ranzolin e Lauro Quadros lembraram Pedro Carneiro Pereira, narrador esportivo falecido três décadas antes e homenageado ali no auditório do Prédio 11 da Ulbra, em Canoas. Trouxeram de volta momentos marcantes da comunicação do estado, alguns dramáticos e outros hilariantes. Contaram uma série de causos a provar a importância de profissionais como eles para o cotidiano do público gaúcho. Aqui, alguns trechos do áudio da palestra – o mais correto é bate-papo – daquela noite.



Lauro Quadros e Armindo Antônio Ranzolin, "os malucos que não se contentam apenas em ver o gol"
Fonte: Acervo pessoal.



Armindo Antônio Ranzolin e seus primeiros contatos com o rádio
Fonte: Acervo pessoal.



Lauro Quadros e seus primeiros contatos com o rádio
Fonte: Acervo pessoal.



Outros tempos na versão de Lauro Quadros
Fonte: Acervo pessoal.



Lauro Quadros relembra o seu início de carreira e sua transformação em comentarista esportivo
Fonte: Acervo pessoal.



Armindo Antônio Ranzolin e a narração esportiva
Fonte: Acervo pessoal.

2 comentários:

  1. Parabéns Ferrareto pelo resgate de uma parte importante do rádio com o Lauro e o Ranzolin.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Torves, o teu comentário justifica o trabalho feito por nós neste espaço. Um grande abraço e muito obrigado.

      Excluir