Em 10 anos? Ou em menos tempo?
Luiz Artur Ferraretto

O fim do sinal analógico de TV pode iniciar um processo de devolução de outorgas de canais. Há indícios fortes desse processo mesmo que restrito a emissoras de pequeno porte em UHF. Existe a possibilidade de a não migração de algumas rádios para o FM representar um segundo passo nesse sentido. A crescente recepção em suportes on-line - aplicativos, portais ou Facebook - pode determinar a fase final de afastamento do rádio e da televisão em relação ao hertziano. É uma possibilidade que não tem sido estudada nas universidades e segue ignorada por alguns gestores, diversos radiodifusores, muitíssimos profissionais e grande parte dos sindicatos e associações do setor, a maioria encastelados em seu saudosismo congelado em velhos discursos lamuriosos sempre iniciados com a expressão "No meu tempo...". Aliás, na área, a frase está se tornando um atestado de prazo de validade vencido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário