As redes de rádio dos freis capuchinhos
2018
Luiz Artur Ferraretto

  

Após o repasse de suas operações em Porto Alegre para o Grupo Bandeirantes de Comunicação, a Ordem dos Frades Menores Capuchinhos centraliza em Caxias do Sul seus empreendimentos na área de radiodifusão sonora. Lá, os religiosos administram a São Francisco AM, inaugurada em 25 de março de 1967, emissora em torno da qual se estruturam, no final da década de 1990, as principais iniciativas da ordem no mercado de rádio. Antes, no dia 10 de outubro de 1977, entra no ar uma FM de mesmo nome. Nas duas, como nas demais estações dos capuchinhos, não há uma preponderância de conteúdo religioso. São estações comerciais influenciadas pelo ideário da Igreja Católica.
Dentro dessa lógica, os capuchinhos formam duas cadeias de emissoras via satélite com sede em Caxias do Sul, que começam a funcionar como tal no dia 10 de março de 1999: a Rede Sul de Rádio e a Rede Maisnova FM. A primeira integra-se à Rede Católica de Rádio, fundada em 10 de novembro de 1994, com estações próprias e afiliadas operando, conjuntamente, em alguns momentos da programação como noticiários, espaços religiosos e eventos especiais. A segunda, projetada para operar em tempo integral, abre, em alguns momentos, horários para a geração de conteúdo local. Em agosto de 2017, a Rede Sul adotou a denominação Tua Rádio.

Vinheta da Rede São Francisco Sat (1999)
Fonte: Acervo particular.

Documentário 10 anos da Rede Maisnova FM (2009)
Produção dos alunos de Radiojornalismo 3 do curso de Jornalismo da Universidade de Caxias do Sul.
Locução: Aline Giusti e Marluci Drum.
Produção: Aline Giusti, Andressa Lovato, Giordana Grigol, Josiane Ribeiro, Morgana Perini e Marluci Drum.
Pós-produção e edição final: Marcell Bocchese.
Professor responsável: Luiz Artur Ferraretto
Trilhas e gravações originais do acervo da Rede Maisnova FM.
Programa gravado no Centro de Teledifusão Educativa da Universidade de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, no segundo semestre de 2009.
Fonte: Acervo particular.

Slideshow da campanha institucional da Maisnova FM (2010)
Fonte: Acervo particular;

Nenhum comentário:

Postar um comentário