Carlos Alberto Carvalho e os programas Lacta Clube e Clube Difusora Banrisul
2018
Luiz Artur Ferraretto

Flâmula distribuída pelo programa Lactaclube (anos 1960)
Fonte: Acervo particular.

Para os meios de comunicação e, em especial, para a indústria fonográfica, o jovem começa a se consolidar como público e consumidor ao longo da década de 1960. Não é diferente no rádio. Para essa faixa da audiência, a Rádio Difusora Porto-alegrense lança em 1961 o Lacta Clube, uma criação de Carlos Alberto Carvalho. A atração é irradiada, de segunda a sexta-feira, dos estúdios da emissora, trazendo informações dos colégios da capital gaúcha e homenagens aos aniversariantes do dia, além de música. Aos domingos, das 10 às 11h, transfere-se para as dependências de uma escola – no ginásio ou no auditório – ou de um cinema, levando cantores, instrumentistas e conjuntos. Aos sábados, das 13h30 às 18h, Carvalho promove, ainda, torneios esportivos entre estudantes da capital e do interior, também transmitidos pela Difusora.
Sob a influência do rock, a novidade musical daquele momento, o Lacta Clube torna-se um dos principais espaços de apresentação e divulgação dos conjuntos locais. Traz ao Rio Grande do Sul, ainda, ídolos de um mercado em formação: o da música jovem. Assim, em 1963, pela primeira vez, apresenta-se na capital gaúcha o cantor Roberto Carlos, na época, alcançando o sucesso nacional com canções como Splish Splash, de Bob Darrin e Jean Murray, em versão de Erasmo Carlos, parceiro do cantor em Parei na Contramão, outra música muito executada então.
Na cena artística de Porto Alegre, o Lacta Clube faz a fama do grupo porto-alegrense The Dazzles, formado, de início, por Hermes Fei, João Manoel Blattner, Renato Henrique Syka e Sérgio Stosch. No ano de 1965, com o Banco do Estado do Rio Grande do Sul substituindo, como patrocinador, a Lacta, o programa ganha uma nova denominação – Clube Difusora Banrisul –, mantendo-se no ar até 1969.

The Dazzles no Clube Difusora Banrisul (outubro de 1966)
Da esquerda para a direita, em um programa especial no Auditório Araújo Viana, apresentam-se João Manoel Blattner, Sérgio Stosch, Nilton Luiz Bastos, Hermes Fei e Jalmar de Oliveira. A formação da banda aparece alterada em relação à original.
Fonte: Acervo particular de João Manoel Blattner.

Carlos Alberto Carvalho, em paralelo ao rádio, vai se dedicar à docência, sendo, durante anos, um dos mais conhecidos professores de rádio dos cursos de Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Nenhum comentário:

Postar um comentário