A fórmula de sucesso da Band FM nos anos 1980 e 1990
2006
Luiz Artur Ferraretto


Logotipo da Band FM (1995)
Fonte: Acervo particular.


Durante quase 10 anos, de 1985 a 1995, os 99,3 MHz da Bandeirantes FM, de Porto Alegre, dosaram música e informação, mesclando canções de origem nacional e estrangeira com um intenso noticiário voltado ao meio empresarial, sem descuidar da área de cultura. Por iniciativa do gerente de programação da emissora, Edson Araújo, a rádio constitui-se, assim, na primeira FM da capital gaúcha a abrir significativos espaços noticiosos, chegando a organizar, em seguida, uma redação independente:

– No primeiro momento, era um vitrolão, rodando música, mas já objetivando um público diferenciado. Eu pensei em buscar o público da antiga Continental AM, tocando música brasileira e internacional contemporânea. Na época, meados da década de 1980, ou se tinha o FM jovem ou o FM adulto da Guaíba e da Itapema. Eram dois extremos. Então, eu vi que havia um segmento intermediário no público adulto a ser explorado. Era um nicho que ninguém estava buscando, de 25 a 35 anos.

Definindo um padrão de voz, Edson Araújo contrata o locutor Ruy Carvalho e, tempos depois, Luiz Antônio Borba. Em 1986, analisando os relatórios do Ibope e apostando em uma possível elevação no faturamento pela inserção de espaços voltados ao jornalismo, a Bandeirantes FM monta uma pequena redação e começa a veicular notícias com dose significativa de textos voltados à área empresarial, irradiados nas horas cheias e nas meias-horas, enquanto aos 15 entram as informações do Cinema e Vídeo e, aos 45, as da Agenda, esta última privilegiando espetáculos teatrais, shows, mostras e exposições de artes. No ano seguinte, estreia, às 18h, o Rota 99, combinação de informativo especializado em negócios com programa musical. Das 7 às 7h30, a rádio retransmite o Primeira Hora, gerado pela Bandeirantes AM, de São Paulo. Edson Araújo passa, então, a consolidar o modelo da emissora. De segunda a sexta, a fórmula do Rota 99 gera outras edições do mesmo programa. A primeira vai ao ar das 6 às 7h e das 7h30 às 9h; a segunda – a original – ganha mais 30 minutos, das 17h30 às 19h; e a terceira entra das 23 à 0h. Em estilo semelhante, há, das 12 às 13h, o Bandeira Um. O jornalismo cultural também ganha espaço com o Bandeirantes Acontece, das 13 às 14h, e com o Big Night, aos sábados, das 19 às 24h.

No auge desta linha de programação, de 1989 a 1992, conforme Edson Araújo, o faturamento mantém-se entre US$ 80 mil ou US$ 90 mil, chegando, por vezes, a US$ 100 mil. Por exemplo, no segmento musical adulto, os dados do Ibope apontam, entre janeiro e março de 1991, o dobro da audiência média da principal concorrente na época, a Nova Itapema FM, preocupando muito a Rede Brasil Sul.



Edson Araújo
Entrevista realizada por Luiz Artur Ferraretto em 18 de novembro de 1999.


Mapa de programação da Band FM (1995)
Fonte: Acervo particular.

4 comentários:

  1. A seleção musical era agradável. Onde eu ia, tinha um rádio ligado nessa emissora. Os locutores davam o tom adequado e as notícias eram pertinentes. Ótima época. Parabéns para todos que participaram do projeto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O slogan "Companhia inteligente", de fato, era muito apropriado.

      Excluir
  2. Fiz parte desta equipe entre 1998 e o ano 2.000 um programação bem feita pelo Edson, aliada a informação inteligente comecei com o Rota 99 primeira edição, ia ao ar as 06:00 até 07:00 depois terminei apresentando com o Chico Noronha o Rota 99 3ª edição que começava as 23:00 e ia até 0:00, na redação tinha Letícia Ferreira, Sandro, Gerson Brisolara, Andrea Lucas e Luiz Arthur Ferraretto, uma rádio inesquecível que até hoje deixou muitos ouvintes órfãos e não teve ainda emissora que conseguisse ocupar seu lugar no Dial.

    ResponderExcluir
  3. Fiz parte desta equipe entre 1998 e o ano 2.000 um programação bem feita pelo Edson, aliada a informação inteligente comecei com o Rota 99 primeira edição, ia ao ar as 06:00 até 07:00 depois terminei apresentando com o Chico Noronha o Rota 99 3ª edição que começava as 23:00 e ia até 0:00, na redação tinha Letícia Ferreira, Sandro, Gerson Brisolara, Andrea Lucas e Luiz Arthur Ferraretto, uma rádio inesquecível que até hoje deixou muitos ouvintes órfãos e não teve ainda emissora que conseguisse ocupar seu lugar no Dial.

    ResponderExcluir