O rádio para as Alemanhas e as Itálias do interior gaúcho
2017
Luiz Artur Ferraretto

A Copa de 2014 no Brasil parece ter chamado a atenção para um fenômeno do rádio gaúcho nas zonas de colonização alemã e italiana. Trata-se das transmissões em dialetos dos imigrantes. O Banco Itaú, por exemplo, abordou o tema em um dos episódios da campanha Brasileiros de coração, mostrando a Líder FM, de Westfália, a 120 quilômetros de Porto Alegre. A rádio preparava-se para a copa festivamente com boletins em sapato-de-pau, variação da língua originalmente falada pelos imigrantes da região da Baixa Saxônia. Em sua versão on-line, reportagem assinada por Vanessa Kannenberg parar o jornal Zero Hora, por sua vez, além das transmissões da emissora do Vale do Taquari, trouxe material a respeito das, em vêneto, da Viva FM, de Bento Gonçalves. Os vídeos falam por si.

Episódio O locutor da campanha Brasileiros de coração, do Banco Itaú (2014)

Reportagem do jornal Zero Hora (13 de junho de 2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário